sexta-feira, 29 de abril de 2016

Sobre a Bienal do Livro em Minas 📖

E acabou a Bienal do Livro em Minas Gerais, a experiência é sempre maravilhosa e foi lindo! Desejo uma Bienal para cada cantinho do Brasil. É um evento que só acrescenta coisa boa para as pessoas <3

Já estou com saudades...


Dos 10 dias de evento, fui em 4. Seria muito mais proveitoso se eu não tivesse em semana de entrega do TCC, provas e outros trabalhos na faculdade, mas mesmo assim deu para aproveitar bastante, foi divertido, conheci novas pessoas, me esbaldei nas promoções, vi um tanto de autor e por aí vai...

Separei alguns tópicos para falar para vocês sobre o que chamou mais minha atenção, as promoções, os lançamentos, os estandes... E principalmente os pontos positivos e também negativos da feira.




Editoras

Esse ano, as duas editoras das quais o blog é parcerio, tiveram um estande só para eles: a D'Plácido e Novo Século. Ambos estandes estavam lindos, organizados e chamativos.

O diferencial da Novo Século, foi o fato dos livros da Marvel estarem lá (além da simpática estatua do Homem-Aranha).

Já a D'Plácido, além de um espaço lindo e aconchegante, trouxe todos os autores já publicados por eles para o evento (todos os dias) e por isso, os leitores tiveram a chance de ter seus livros autografados, tirar fotos com eles e bater papo com cada um.

Além deles, a Leya, Grupo Autêntica, Aleph, Universo dos Livros, Planeta, Ler Editorial, Grupo Editorial Record, All Print, Qualis também tiveram seu espacinho só para chamar de seu.

Além disso, algumas editoras também estavam presentes no estande da Leitura, alguma delas: DarkSide Books, Novo Conceito, Globo Livros...

Preços

Já os preços... Teve quem ficou feliz e outros nem tanto assim. Os destaques sempre são os estandes com aquelas pilhas de livros com preço entre 10 e 20 reais. E mesmo assim, você tem que procurar muito para encontrar aqueeeeeele livro da sua wishlist. Um ponto negativo que eu encontrei nesses estandes foi que não tiveram tantos livros variados (quase todos tinham Game Of Thrones, seja o box ou os livros individuais).

Mas de volta a D'Plácido, apesar de poucos livros (literatura jovem) já publicados, todos se mantiveram na mesma faixa de preço, 20 reais, além de uma ecobag (linda) e o autógrafo dos autores.

Quase no fim do evento, foi possível encontrar preços mais acessíveis, inclusive, nas grandes editoras, com ótimas promoções. A Leya, Novo Século e D'Plácido foi uma que tornaram mais uma vez os livros acessíveis para o público.

O estande da Leitura, por outro lado - infelizmente, só encontrei preço normal (ou até mais caro) do que nas livrarias em um dia comum. Uma pena!

Também teve a "Nota Bienal" para os estudantes, um vale de 20,00 para ser trocado por qualquer livro. Não teve criança sem livro! Um ótimo incentivo! <3

Espaço para autores nacionais

Teve. E teve muitooooooo!

E foi maravilhoso ter contato com outros autores. Teve muito bate-papo nos corredores. Destaco também a oportunidade que vários autores tiveram para apresentar seu trabalho - muitas vezes feito de forma independente.

Dentre os autores que estavam lá, estão Laura Conrado, Maurício Gomyde, Carina Rissi, Paula Pimenta, Bruna Vieira, Babi Dewet, Thalita Rebouças, Affonso Solano, Marina Carvalho, Adelina Barbosa, Fernanda Medeiros, Bibi Ribeiro, Augusto Alvarenga, Lavínia Rocha, Mariana Cestari, Eduardo Spohr Isabela Freitas, FML Pepper (em um bate papo no estande da Amazon). Autores do Selo Novos Talentos da Literatura Brasileira (Novo Século).

Quem também movimentou bastante o lugar, foram os youtubers RezendeEvil, Bruno Miranda e Lucas Rangel (Vine).

Organização do espaço

Embora o espaço tenha sido reduzido, tudo estava bem organizado, com espaço para recreação das crianças com muito teatro, corredores bem espaçados e estandes bem chamativos.

Atrações

Será que preciso dizer que o Trono de Ferro, de Game of Thrones, foi o dono das atenções e felicidade da galera? Pois é... Até eu disputei o trono.

Teve uma "invasão" Star Wars que infelizmente perdi... Mas vi pelo instagram oficial da bienal, que por sinal, foi uma ótima fonte de informação.

Programação

A programação foi divida entre o Café Literário, atividades infantis, Conexão Jovem, Encontro com Autores, Geek & Quadrinhos e Encontros Profissionais. A maioria deles com programação todos os dias e dos mais diversos assuntos. Desde assuntos mais sérios, jogos, livros YA, a Babi Souza do movimento "Vamos Juntas?", literatura policial com o Raphael Montes e Alexandre Fraga, entre tantos outros. A Bienal é, de fato, um espaço para agradar todo tipo de público.

Fotos da bienal você pode encontrar aqui:
https://www.flickr.com/photos/bienalminas/albums

Saldo da Bienal


Sempre aproveito a feira para buscar livros baratos e que estavam na minha wishlist. Esse ano encontrei muita coisa bacana.

Encontrei lançamentos a preços acessíveis, livros autografados, livros muito desejados, livros nacionais. Muita coisa!! (presente também ok?) Com o incentivo do vale livro de 20,00, muitos livros estavam por esse preço. A maioria das minhas compras variaram na faixa de preço 10-20 reais.




Mimo da Novo Século para os blogueiros mineiros! AMEI TUDO!

Falando na Novo Século, acabou chegando também os livros do mês. Ele inclui o super lançamento "A Árvore da Mentira" e dois livros do selo Novos Talentos (que eu amo!)





Em breve (muitas) resenhas!
Beijos!

sábado, 9 de abril de 2016

Parceria D'Plácido + Bienal do Livro ❤

Oi!

Só queria avisar que a parceria com a Editora D'Plácido foi renovada (eba!).

Em maio do ano passado fiz um post sobre a parceria (esse aqui). Desde esse tempo, eu amadureci, assim como aconteceram coisas legais com a Editora também.

No post citado, eu disse que ela publica (principalmente) livros jurídicos e ano passado, eles ganharam o 1º lugar do prêmio Jabuti de Literatura na categoria Direito. Eu falo isso porque é algo muito grandioso e merece reconhecimento!


Mas o foco aqui é a literatura nacional, no final de 2013, a D'Plácido resolveu ampliar as áreas de atuação (eu agradeço muito por isso!). Eles entraram de cabeça no Y.A, mas com um diferencial: publicação de jovens autores brasileiros.

Vou deixar aqui algumas resenhas para vocês de alguns livros, mas já aviso... 2016 tem muita coisa legal vim aí e estou aqui para mostrar para todos vocês!!





A outra coisa legal, é que na Bienal do Livro de Minas (tá quase chegando!) eles vão ter um estande próprio!!!!!! E vai ter lançamento! Ou seja... Se você estiver aqui em Minas no período (15 a 24 de abril) não deixem de passar no estande da Editora. Os autores vão estar lá TODOS os dias, mas fiquem de olho nas datas oficiais de cada um.

Olha só:

Era uma vez: a buscaSinopse: 
Era uma vez: a busca (Bibi Ribeiro)


Isabella nunca se encaixou em nenhum grupo. Se considerava estranha e tinha dificuldade em se relacionar com outras pessoas. Então eis que surge uma grande oportunidade que vira todo o seu mundo de cabeça para baixo. Ela seria uma Procuradora de Princesas Perdidas, com a importante missão de encontrar as tão conhecidas Princesas de Contos de Fadas no meio de tanta gente comum (ou nem tanto) do Mundo Real. É claro que ela teria uma ajudinha. E esse parceiro é Lucas, um adolescente adorável que também se encontra perdido no meio dessa confusão em que as Princesas se colocaram. Como eles farão para encontrar essas Princesas quando essa busca envolve tantas situações complexas e sentimentos? Entre neste livro e viaje para o Mundo Real para descobrir o que acontece.

Tá em pré-venda, viu?


Outros livros e lançamentos:







Beijos!

sábado, 2 de abril de 2016

Resenha | E NÃO SOBROU NENHUM (Agatha Christie)

Uma ilha isolada e um anfitrião misterioso;
Dez pessoas comuns e diferentes entre si e é o passado de cada um que os une nessa história;
Ameaças, desconfianças e alianças entre os convidados;
Um mistério aparentemente sem solução.





O cenário principal dessa história é a isolada Ilha do Soldado, dez pessoas são convidadas para uma estadia na ilha através dos mais diversos convites, a maioria deles envolve o anfitrião Mr. Owen.

Quando todos os convidados chegam à ilha, são recebidos pelo casal de mordomos Rogers e Mrs. Rogers. Sem a presença de Mr. Owen, todos se instalam nos seus respectivos quartos.

Após o jantar, todos escutam a seguinte frase:

"Senhoras e Senhores! Silêncio, por favor!" 

(Em alto e bom som)

“Os senhores e as senhoras são acusados dos seguintes crimes”

Entre os dez, TODOS são acusados por algum crime que cometeram em um determinado momento de suas vidas.

Incrédulos e silenciosos, por pouco tempo, logo as reações começam: Rogers deixa a bandeja de café cair e sua esposa desmaia para logo mais a revolta abater todos ali em busca de respostas... De quem é aquela Voz?

A discussão para tentar entender tudo aquilo começa, mas o pior já vai acontecer...

Em poucas páginas, conhecemos a primeira vítima da história, ela morre engasgada, como diz no poema infantil...

“Dez soldadinhos saem para jantar, a fome os move; 
Um deles se engasgou e então sobraram nove.”

Após a terceira morte, fica claro que aquilo tudo é obra de um assassino e com uma detalhada revista na ilha, fica claro que não tem mais ninguém ali, exceto eles. O assassino está entre eles. É um dos 7.  A dúvida e desconfiança recaem em cada um ali. Todos são suspeitos. Todos são culpados. Resta saber quem é... Até não restar nenhum.


Agatha Christie foi genial, se ela é conhecida como a “Rainha do Crime”, consigo entender bem o motivo. O clima de suspense nesse livro é INCRÍVEL. Não dá para largar o livro até descobrir o responsável por tanta astúcia e inteligência (é preciso admitir).

Impressionante também é como a autora conseguiu trabalhar com o psicológico dos personagens em um enredo tão complexo e sem pontas soltas.

E o final? Ah... Que final. Não consegui desgrudar do livro até a última linha.

Para quem nunca leu Agatha Christie, LEIA AGORA. E comece por “E não sobrou nenhum”.

NOTA 6 DE 5 (porque merece). Claro que favoritei!


"Um soldadinho fica sozinho, só resta um; 
Ele se enforcou

E não sobrou nenhum."