sábado, 5 de setembro de 2015

Livro x Filme | Maze Runner - Correr ou Morrer



































SINOPSE DO FILME: Thomas (Dylan O’Brien) acorda preso em um enorme labirinto com um grupo de outros garotos e sem memória do mundo exterior a não ser por estranhos sonhos sobre uma misteriosa organização conhecida como C.R.U.E.L. Apenas ao explorar os fragmentos de seu passado com pistas que ele descobre no labirinto, Thomas poderá descobrir seu verdadeiro propósito e uma maneira de escapar.
_______________________________________________________________________________
SINOPSE DO LIVRO: Ao acordar dentro de um escuro elevador em movimento, a única coisa que Thomas consegue lembrar é de seu nome. Sua memória está completamente apagada. Mas ele não está sozinho.
Quando a caixa metálica chega a seu destino e as portas se abrem, Thomas se vê rodeado por garotos que o acolhem e o apresentam à Clareira, um espaço aberto cercado por muros gigantescos. Assim como Thomas, nenhum deles sabe como foi parar ali, nem por quê. Sabem apenas que todas as manhãs as portas de pedra do Labirinto que os cerca se abrem, e, à noite, se fecham. E que a cada trinta dias um novo garoto é entregue pelo elevador. Porém, um fato altera de forma radical a rotina do lugar - chega uma garota, a primeira enviada à Clareira. E mais surpreendente ainda é a mensagem que ela traz consigo. Thomas será mais importante do que imagina, mas para isso terá de descobrir os sombrios segredos guardados em sua mente e correr, correr muito. 
Aproveitando que o segundo filme já está quase aí (para nossa felicidade) o LIVRO X FILME dessa semana vai ser sobre Maze Runner: Correr ou Morrer. Oba!

Quando vi o filme, eu não aguentei e imediatamente comecei a ler Maze Runner: Correr ou Morrer (ansiosa? Bobagem). 

E durante quatro dias de leitura "mértila" ou "plong" quase fizeram parte do meu vocabulário (eu disse QUASE). 

Eu acho a ideia do livro maravilhosa. No livro, Thomas (Dylan O'Brien, Teen Wolf) acorda em um ambiente escuro sem saber onde está ou onde aquilo vai levá-lo. Quando se depara com um grupo de garotos de idades aproximadas, ele descobre que está em um lugar único, conhecido como Clareira. O lugar é um quadrado envolto com paredes imensas e lá fora, algo pior os aguarda, o Labirinto.

Dentro da clareira, esses garotos aprenderam a viver como uma sociedade. Cada um tem uma tarefa e regras a cumprir. Uma delas é que se você não é um Corredor você não deve de forma alguma entrar no Labirinto. Mas Thomas não aceita isso e suas ações vão interferir todo o rumo da história.

Essa é basicamente a história do filme também. No entanto, o filme ainda é bem diferente. O início na verdade é bem parecido, Thomas chegando à Clareira, não se lembrando de nada, somente o seu nome. A curiosidade pelo o que tem no Labirinto. Mas depois o livro se torna mil vezes mais elaborado, com mais aventura, mais emoção e mais conteúdo, tornando as coisas no filme tudo muito fácil, viu? Outra coisa que o filme proporcionou, foram as emoções. Acho que nunca senti tanta agonia ou alívio com um filme rs.

O livro tem toda uma trama bem montada e com algumas reviravoltas e descobertas loucas. E que final louco! Meio que te obriga a ler o segundo, valeu Dasher... Por me deixar super curiosa.

2 comentários:

  1. Adorei este quadro do seu blog. Assisti ao filme também, e me cativou tanto que decidi ler, mas ao terminar de ler, assisti novamente o filme, e vi o quanto foi mal feito. O segundo filme, apesar de estar pouco ansioso, vai ser bem decepcionante, espero que não haja mudanças drásticas. AMEI o post.

    ResponderExcluir
  2. Também fiquei com essa vontade louca de ler assim que vi o filme, mas com vários livros aqui acabei não fazendo isso...
    Vou tentar ler agora antes de ver o segundo filme, que sim, estou bem ansiosa para assistir!
    Beijos
    Dri

    ResponderExcluir