segunda-feira, 22 de junho de 2015

Resenha | Um Amor, Um Café & Nova York - Augusto Alvarenga

Camila sempre teve um grande sonho: viver um grande amor, como um desses de cinema. Ela só não imaginava que teria isso e muito mais, logo que conheceu Guilherme. Na véspera do aniversário de 3 anos de namoro do casal, e do aniversário de 19 anos de Camila, Guilherme surge com uma surpresa que mudaria pra sempre o romance e a vida do casal: uma viagem de um mês para Nova York. O que ele não sabia é que esse era mais um dos grandes sonhos de Camila, que vai fazer de tudo para que essa seja a melhor viagem deles. Porém, Nova York possui brilhos demais. Poderia algum deles ofuscar o do casal?
Um Amor, Um Café & Nova York conta a história de um jovem casal de Belo Horizonte, Camila e Guilherme. Dividido entre três partes, a primeira conta como se conheceram, o início do namoro e todo o desenrolar de uma história de amor. Tudo acontece quando Camila recebe um telefonema do namorado, conversando sobre uma surpresa que ele preparou para os três anos de namoro do casal.

A tal surpresa consiste em uma viagem de um mês para Nova York, só os dois juntos, com direito a uma vida de sonhos que só uma cidade deslumbrante como ela pode proporcionar. Na segunda parte, viajamos junto com o casal para Nova York, acompanhando shows da diva Beyoncé, compras maravilhosas e jantares românticos. E em um desses que Camila solta a voz e desperta o interesse de um produtor, e o maior sonho da vida de Camila começa a se tornar realidade e junto, ela precisa tomar uma decisão rápida e colocar suas prioridades em uma balança. Iniciando a terceira parte da história, quando os dois voltam para BH e tudo vira de cabeça pra baixo na vida do casal.

Embora eu tenha estranhado (não de um jeito ruim) como o desenrolar da história aconteceu muito rápido (a história é bem curtinha, na verdade), o final acabou me convencendo, não sabia o que esperar e eu também não saberia o que fazer no lugar da Camila.

A história possui uma linguagem simples e fofa, com um bom desenvolvimento (início, meio e fim - embora tenha continuação), também gostei das palavras que o Augusto Alvarenga usou para caracterizar o romance e a viagem. Representou bem um casal de jovens extremante apaixonados que acreditam que podem ultrapassar qualquer barreira. E eu, que até o momento, nunca fui para Nova York, me senti lá durante as páginas lidas. O autor conta a experiência do casal com tanto entusiasmo que quase me senti "de vela" entre o casal principal.

Vou confessar que não é um baita romance de arrancar suspiros, mas além do bom conteúdo, ele foi bem escrito e deu para perceber que foi envolvido muito amor e carinho nesse projeto, começando pela capa, que já é linda, maravilhosa e merece muita atenção, afinal de contas, a capa é um complemento da história. A cada capítulo, uma ilustração do autor, que condiz bem com o assunto do capítulo. E no início deles, também um trecho de uma música (já tem até algumas na minha playlist!). A diagramação do livro está ótima e as folhas, apesar de brancas, são boas de manusear e são bem firmes também.

No geral, achei um trabalho maravilhoso e encantador. E o melhor é que a continuação já tá ai batendo na porta, 04 de julho e o livro já está na pré-venda no site da editora (aqui) com frete grátis (mas será enviado a partir do dia 06/07) e você pode pedir a opção de vir autografado (só não esqueça de colocar o seu nome ou para quem deve ser autografado). Enfim poderemos saber o que vai acontecer com a Camila e sua carreira em Nova York e o que o Gui vai fazer em BH.


segunda-feira, 8 de junho de 2015

Sorteio | Primeiras Impressões - LRDO

Oi pessoal! Finalmente um sorteio do Um Amor de Livro! Já estava passando na hora né. O instagram ultrapassou 4k seguidores e isso será meio que uma comemoração com um presente para vocês. Muito feliz pela companhia que vocês me fazem (eu não imaginava que isso um dia daria tão certo, estou amando a experiência, muito obrigada <3).

Por isso vou sortear aqui, em parceria com a Laís, um exemplar do seu livro Primeiras Impressões. Dois livretos (Destrua este diário e Petrus Logus - O Guardião do Tempo) e marcadores sortidos que separei com muito carinho e um de canto que fiz.
Então vamos para a parte interessante. Para participar do sorteio serão necessários três coisas básicas!
  • Morar no Brasil;
  • Seguir o blog;
  • Deixar um comentário informando seu nome de seguidor do blog e o seu e-mail (para que eu possa entrar em contato caso você seja o vencedor).
  • Não é regra obrigatória, mas vocês podem seguir a página no facebook do livro para conhecer mais sobre ele, aqui.
(Se por acaso eu sortear alguém e esse alguém não estiver seguindo as regras, vou ser obrigada a sortear outro, ok?)

O período do sorteio será de 08/06/2015 (hoje) até 30/06/2015. E dia 01/07 vou anunciar o sorteado. 

Beijos e boa sorte! 

domingo, 7 de junho de 2015

Resenha | Primeiras Impressões - LRDO

Primeiro, quero dizer que a Laís disponibiliza os dois primeiros capítulos de "Primeiras Impressões" e você pode ler eles clicando aqui.



Eu comecei a resenha assim, porque esses dois capítulos já me agradou demais quando li. Com uma escrita leve e narração bem divertida, a autora traz para o leitor uma versão contemporânea de Orgulho e Preconceito, tendo como plano de fundo o Brasil/Estados Unidos. Uma história repleta de encontros e desencontros de casais. Descobertas, romance, drama, ironias e mais um pouco de romance.

Nesses dois capítulos iniciais, começamos com a ida de dois americanos - Charles Bing e Frederick Darcy - ao Brasil, o primeiro a fim de expandir sua rede de restaurantes e o segundo, preocupado com a decisão do melhor amigo. Charles é mais divertido e relaxado, enquanto que o melhor amigo, vindo de uma família tradicional é mais sério e decidido.

Em um segundo momento, conhecemos a família Benevides. Os pais, Janaína e Antônio Benevides, grandes empresários no ramo da hotelaria e as filhas, Lizzie, Jane, que estudaram e moram no Estados Unidos, Lídia e Maria, todos com seu jeitinho característico que dão um toque especial para a história. Lizzie é confiante e independente, Jane é a mais tímida, Lídia é a louca da família que só arruma confusão e Maria pouco se manifestou na história, sendo a mais introvertida que prefere ficar em casa estudando.

A história de todos se cruzam quando os americanos - Frederick Darcy, Charles e sua irmã, Caroline Bing, passam a festa de Ano Novo na pousada dos Benevides, promovida pela mãe das garotas. É lá, que Charles e Jane se conhecem e tem uma conexão imediata. Já com Frederick e Lizzie, eu não diria o mesmo. Para Lizzie, Frederick Darcy é um homem antipático, sério e mal-humorado. E para Frederick, Lizzie é muito irônica. E essa é a primeira impressão deles um do outro.

Eu confesso que nunca li nada da Jane Austen (culpada!). Depois de ler três livros com variações sobre suas histórias, "Primeiras Impressões" despertou minha curiosidade e eu vou ler "Orgulho e Preconceito", finalmente! Dessa forma, eu não consigo e nem posso fazer nenhum tipo de comparação entre personagens das duas histórias como gostaria, e minha resenha não vai ter nenhuma referência a trama da Austen.


A história definitivamente me cativou, o que eu encontrei em "Primeiras Impressões" foi um possível relacionamento complexo entre Liz e Frederick, e eu como uma amante de romances, já me vi torcendo pelos dois antes mesmo de que eles pudessem ter a ideia de se relacionar e gostei da evolução dos sentimentos das personagens ao longo da história.

Liz, apesar de inteligente e aparentar uma imagem forte e segura, é totalmente confusa com relação aos seus sentimentos e vive em conflito na batalha cabeça x coração. Ela nunca se entrega totalmente em um relacionamento e para mim se influencia muito rápido pela conversa dos outros. Sua cabeça diz que ela não deve confiar no Darcy, mas seu coração diz que quer ficar perto dele e gosta dessa sensação. Um conflito até então bem comum né? Esse pequeno drama faz que nós, leitoras, nos identificamos e nos aproximados da personagem.

Por outro lado, encontrei um Frederick Darcy que não sabe o que quer e se preocupa demais com o que os outros vão pensar. Também não é para menos. Vindo de uma família política e tradicional, ele é muito cuidadoso com o que faz. Mas seria ele capaz de evitar um romance com a brasileira?

A proposta da história é apresentar uma história moderna de um grande clássico da Jane Austen. Temos termos (whatsapp), objetos e situações atuais (troca de e-mails) com cenários brasileiríssimos (praias, ilhas, muito sol e bronzeado), mas com uma linguagem ainda formal na narração, presa nos anos 1920, da Austen. Não sei se foi proposital, mas achei isso interessante esse choque de modernidade nas atitudes com a formalidade nas palavras.

Achei a capa bem lindinha e só depois de ler o livro, que pude compreender o motivo. O título também diz muito sobre a história, principalmente se partir daquele ditado invertido: a primeira impressão nem sempre é a que fica. 

Pois eu digo aqui agora que a minha primeira impressão do livro é a melhor possível (desculpe o trocadilho hehehe). Amei cada detalhe e recomendo a leitura. Você pode encontrar o livro a venda na Amazon. Mas se você estiver louco (a) para ler, você pode participar do sorteio que estou preparando aqui no blog e saí ainda esse mês.

E tem mais, dia 12 de junho, dia dos namorados, o livro digital vai estar disponível na Amazon por apenas 2,99! Tá valendo super a pena, hein?





sábado, 6 de junho de 2015

Projeto 6 on 6 | Romance




Nesse segundo semestre de 2015, eu, a LuMariMileLivyAna e Bia, começamos o projeto fotográfico 6 on 6. Para quem não conhece, esse projeto funciona assim, nós temos que tirar 06 fotos, de um determinado tema escolhido em conjunto e postar a cada dia 06 do mês. Como todas nós temos um blog voltado especialmente para a literatura, a maioria de nossas fotos serão relacionadas com os nossos tão queridos livros!

E começando em junho, nada mais justo que começar com o tema romance, afinal... Esse é o mês dos namorados.

Vermelho paixão.

Nicholas Sparks e seus romances que me fazem chorar.

"I love Sr. Darcy"

E se você encontrasse uma carta com uma mensagem de amor?

"Existem amores que duram mais que uma vida"


Vocês podem conferir mais fotos do projeto nos blogs participantes: 

Livy (no mundo dos livros) | Lu (psicose literária) | Mari (na estrada da fantasia) | Ana e Bia (na sua estante) | Mile (books on first)

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Resenha | Um Novo Amanhecer - Cinthia Freire


Um Novo Amanhecer - Giulia está arrasada! seu namoro chegou ao fim e ela não sabe o que fazer. Leo está confuso e com medo, seu tempo está acabando e ele não quer magoar sua namorada. Zyon é um anjo perdido e apesar de saber que está em uma missão na Terra, ele não tem ideia exatamente do que o aguarda. Em uma tarde chuvosa o caminho dos três se cruzam de forma trágica e comovente.
UMA GAROTA APAIXONADA
UM RAPAZ DOENTE
UM ANJO PERDIDO
Eles serão capazes de lidar com a força do verdadeiro amor?





Um Novo Amanhecer, da Cinthia Freire me comoveu e surpreendeu, no melhor sentido possível. E quero que vocês entendam o porquê a medida que vocês lerem a resenha.

É seu primeiro dia em uma nova escola, e Giulia não sabe o que fazer. Até ela encontrar o Leo, aquele garoto bonitinho da escola, com um sorriso frouxo que fazem seus olhos se fecharem quando sorri e boné na cabeça que a ajuda a encontrar sua sala. Ela se apaixonada imediatamente pelo garoto, mas nada de expectativas. O garoto é popular e arranca vários suspiros por onde passa, além de ser rodeado por amigos. Mas eles se tornam grandes amigos. 

"O que é importante vem da simplicidade do coração. Não precisa exibir, a gente sente." (pág. 30)

A amizade se torna mais forte, até virar um namoro. Leo se apaixona por Giulia, que já estava apaixonada por ele desde o primeiro segundo que o viu no corredor da escola. Todo o início da história revela um mundo de contos de fadas, com beijos, carinhos e apelidos. O que Giulia não sabia, é que o destino estava pronto para lhe pregar uma peça.

Aos oito anos de idade, Leo foi diagnosticado com leucemia, ele conseguiu se curar após alguns anos de tratamento, mas quando menos esperam a doença surge com força total alterando o rumo dos dois. Leo bem que tentou... Tentou afastar a garota de si. Afastá-la de tanto sofrimento, mas o amor dos dois foi mais forte e Giulia permaneceu ao seu lado por todos os momentos.

Se o início da leitura nos deparamos com palavras aconchegantes e carinhosos. A partir da descoberta da doença de Leo, a leitura já toma um rumo emocional muito grande e intenso. Giulia ama demais o seu namorado e acredita que eles ainda possam ter uma vida inteira juntos. Entre esses momentos de dor e esperança Giulia relembra dos momentos que teve com Leo, quando o conheceu, os sintomas de ciúmes, o pedido de namoro, os beijos. Alternando entre o presente e o passado. 

Nesse meio nós também conhecemos Zyon, um anjo perdido, com uma missão na Terra. Uma missão que ele não tem ideia do que precisa ser feito ou como sair daquele lugar. Ele não consegue entender os humanos ou os sentimentos que percorrem cada ser.Tudo muda quando ele "se esbarra" com uma garota correndo e chorando. Ele não sabe como, mas aquilo de alguma forma mexeu com ele. A dor que essa garota estava sentindo, de repente o acertou em cheio. Criando então, uma grande ligação entre os dois. 

"A vida de um ser humano é uma constante necessidade de mostrar evolução e aprendizado com os próprios erros, mas não se para nunca de errar." (pág. 80)

Giulia não tem consciência da presença do anjo, mas sempre sente um estranho conforto quando ele está por perto. Outra coisa que faz Giulia se sentir mais forte, é quando Zyon sempre coloca em seu caminho um dente de leão, sempre quando a garota encontra flor, ela faz um pedido e assopra a delicada flor.

Foto do tumblr




Eu classificaria o livro no gênero literário "sick-lit", aquele que possui uma narrativa triste e melancólica. (Ex: A Culpa é das Estrelas). A Cinthia conseguiu transmitir toda a dor e amadurecimento da garota. Mostrou toda a coragem de Leo e a transformação do anjo Zyon. Três personagens que tiveram o rumo de suas vidas alterados para sempre, mas que encontraram um no outro uma forma de viver. 

O que me pegou de surpresa, foi a mensagem que a história passa. O AMOR. O verdadeiro significado do amor, ele pode sim ultrapassar barreiras. Pode consumir uma pessoa. Pode transformar vidas. É um ensinamento enorme. Um Novo Amanhecer teve um final que me deixou sem palavras, pra mim, passou uma mensagem LINDA.

"A imagem era de um rapaz alegre e sorridente, com olhos iluminados, e, toda vez que ela olhava para ele, os olhos brilhavam. Eu já havia aprendido a desvendar esse sentimento. Era o amor!." (pág. 107)

Espero que vocês tenham a oportunidade de encontrem o verdadeiro significado do amor, seja em palavras, nos pequenos gestos, em um abraço. Em amar e ser amado. E que vocês jamais percam a esperança na vida. 

"(...) Eu só existo por você." (pág. 333)

Obrigada, Cinthia, pelas palavras, pela história e pelo ensinamento, que você possa continuar transformando belas palavras em história, sempre.